22.9 C
São Paulo
29 de junho de 2022, 1:35
Publicidade
InícioNotíciasA importância da educação alimentar

A importância da educação alimentar

O comportamento alimentar é formado antes mesmo da introdução dos alimentos. O ritmo das mamadas, a quantidade ofertada, a escolha entre mamadeira ou seio materno já definem alguns aspectos alimentares nos bebês.

Com a introdução da alimentação complementar a criança pode observar, desde muito cedo, todas as atitudes dos pais e daqueles com quem convive, desde o comportamento à mesa e durante as refeições até os alimentos consumidos.

Algumas dicas importantes:

1- Crie um ambiente ideal para alimentação: defina o horário das refeições e garanta que seu filho (a) se alimente de forma adequada em todas as refeições do dia;

2- É importante fazer as refeições ao lado da criança na mesa, se possível com toda a família reunida. Evite distrações como televisão, smartphones, tablet etc;

3- Convide seu filho (a) para participar do preparo da comida e deixe que ele (a) coloque a mão na massa também. Aproveite para apresentar as cores, texturas e as características dos alimentos;

4- Invente cardápios variados e divertidos: é normal a criança não gostar de alguns alimentos, por isso ofereça os alimentos preferidos junto a outros que a criança não conhece ou rejeita para facilitar a aceitação de novos sabores;

5- Procure conhecer a origem dos produtos, dê preferência aos alimentos livres de agrotóxicos e transgênicos, alimentos integrais, ricos em fibras e saudáveis;

6- Respeite a saciedade da criança, não force seu filho a comer.

A educação alimentar é um aprendizado que deve começar em casa!

Nutrabambini especialidades pediátricas
Dra Maricelia Cirilo Gonçalves – Crm-115.281/SP
Gastropediatria/ Nutrologia Pediátrica e Pediatria Geral
Avenida Giovani Gronchi, 6195, sala 612
Telefone: (11) 3791-7864

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais populares

- Publicidade -