22.9 C
São Paulo
29 de junho de 2022, 1:08
Publicidade
InícioNotíciasPIU-PIU reforça a importância do “brincar” na primeira infância

PIU-PIU reforça a importância do “brincar” na primeira infância

A Educação Infantil está vinculada à importância do brincar. Mas escola é lugar de brincadeira? A resposta é sim. Na Educação Infantil, o desenvolvimento se dá por meio das brincadeiras e do relacionamento das crianças com outras crianças, com os adultos e consigo mesma. Esse desenvolvimento também ocorre no ambiente familiar e a função da escola é diversificar e ampliar as aprendizagens das crianças, direcionando de maneira intencional as atividades, as brincadeiras, as experiências e a todas as práticas que são propostas na escola.

Segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), “a Educação Infantil precisa promover experiências nas quais as crianças possam fazer observações, manipular objetos, investigar e explorar seu entorno, levantar hipóteses e consultar fontes de informação para buscar respostas às suas curiosidades e indagações. Assim, a instituição escolar está criando oportunidades para que as crianças ampliem seus conhecimentos do mundo físico e sociocultural e possam utilizá-los em seu cotidiano.”

Brincar está diretamente vinculado ao desenvolvimento psíquico-motor e seu papel relevante na educação, no processo de aprendizagem, fazendo com que as crianças desenvolvam várias capacidades. Além de liberá-la das limitações do mundo real, possibilita instigar a sua imaginação, interiorizando valores, regras e produzindo cultura. E assim, o brincar torna-se uma atividade essencial, em que desenvolve a autonomia e identidade, constrói conhecimento.

Quando a criança brinca, ela amplia seu vocabulário, dá nome aos objetos, faz uso de expressões do dia a dia, conversa com outras crianças e com os brinquedos, estabelecendo relações entre as brincadeiras simbólicas (jogos de faz de conta) e outras formas de linguagem, inclusive, resolvendo situações conflituosas e desafios que surgem nestes momentos, como dividir brinquedos, estabelecer papéis em uma brincadeira, construir um novo brinquedo, entre outros.

O brincar é de grande importância para o ser humano e essencial no desenvolvimento infantil, pois é através do brincar que a criança aprende regras, valores, condutas, costumes de sua sociedade, e possibilita a aprendizagem e o desenvolvimento de várias habilidades como: psicomotor, social, afetivo e cognitivo.

O brincar social: refere-se ao brincar coletivo que vai definir um lugar, que pode ser na escola, na praça, na rua, em clubes (na casa só pode ser considerado se a criança não brincar sozinha, ou seja, tiver coleguinhas). Isso quer dizer que a criança não está brincando sozinha, pois tem o objeto que são os mesmos que os brinquedos, os colegas, os professores efetuando brincadeiras ou atividades que estimule a criatividade e a interação da criança e que tenha caráter educativo.

O brincar psicomotor: refere-se as brincadeiras lúdicas, ações motoras e psíquicas, ou seja, são movimentos corporais liderados pela mente, é um processo contínuo e dinâmico. A participação dos pais no desenvolvimento de alguma brincadeira se torna mais flexível para a criança, pois é através das mesmas que ela vai se infiltrar em modalidades lúdicas que seriam impossíveis de se executar, como os pais tem habilidades, mas ágil os filhos vão se espelhar nos pais e com isso desenvolver mas facilmente habilidades dos movimentos e evolução do pensamento.

O brincar cognitivo: são através dos brinquedos, jogos que a criança vai ter a construção de representações mentais, habilidade perceptiva, terem capacidade para pensar e compreender algum fato ocorrido em seu meio social usando o imaginário.

O brincar afetivo: se dá através da socialização do brincar com os objetos, amigos e pais. Sendo que nas crianças irão despertar, experimentar e expressar sentimentos como: paixões, tendências, emoções que serão fatores que proporcionarão melhor empenho no que se refere ao convívio social, ajudando também no crescimento cognitivo, e contribuindo para criar laços de amizade.

É na infância que vai prevalecer o brincar de forma lúdica, esse período é onde a criança vai começar a assimilar o mundo a sua volta, porém, vai assimilar esse mundo de uma forma diferente dentro das suas regras, e da sua imaginação.

E assim, a Educação Infantil tem como objetivo criar ações intencionais para que a criança vivencie uma diversidade de experiências, de maneira que possa se desenvolver. Diante disso, essas experiências podem oportunizar a ela fazer observações e indagações, como é preconizado na BNCC.

PIU-PIU Escola de Educação Infantil e Berçário
Av. Marechal Juarez Távora, 220, Morumbi
Telefones: (11) 3743-2449 / 3742-8280
www.piupiueei.com.br
Facebook: /piupiueei

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais populares

- Publicidade -