22.9 C
São Paulo
29 de junho de 2022, 1:44
Publicidade
InícioNotíciasSeja um finder: valorize sua rede de relacionamento

Seja um finder: valorize sua rede de relacionamento

O objetivo do networking é ampliar as oportunidades de negócios. Ter uma rede de relacionamento ativa é importante para que você seja lembrado quando surgirem oportunidades que exijam suas competências de trabalho. Não podemos confundir a agenda de contatos ou os seguidores das redes sociais com a nossa rede de relacionamento.

A rede de relacionamento exige interação e reciprocidade. O seu contato deve saber quem você é, o que você faz, admirar o seu trabalho ou ter informações suficientes para recomendar você para outras pessoas. Se você enviar um e-mail para o presidente de uma empresa que você não tem relacionamento, dificilmente você terá uma resposta, mas se ele fizer parte da sua rede de relacionamento, certamente o retorno será imediato. A rede de relacionamento é um bem imaterial, intangível e pouco valorizado pelos brasileiros. No entanto, pode ter um valor inestimável, bem como pode ser uma excelente ferramenta de negócio. Já mensurou o quanto pode ser rentável aproximar pessoas? Viabilizar grandes negócios e ganhar dinheiro apenas com a aproximação de pessoas pode ser uma realidade.

O pagamento de um comissionamento ou taxa de recompensa para o responsável pela aproximação de pessoas com interesses comuns para realização de qualquer tipo de negócio ainda não é uma prática comum no mercado brasileiro, mas é habitual no mercado americano. Você pode enxergar uma oportunidade de negócio e faturar boas cifras aproximando pessoas. Essa aproximação pode ser B2B ou B2C. Ajustar o pagamento de uma comissão ou recompensa não é e tampouco pode ser considerada uma prática imoral.

A sua rede de relacionamento pessoal pode aproximar pessoas e viabilizar negócios de diversos tipos e que, normalmente, poderiam demorar ou sequer se concretizar. Esse é o conceito “Finder-Fee”, denominação de origem inglesa usada para identificar a metodologia de parceria de indicação de negócios, onde quem indica uma pessoa ganha uma comissão ou uma taxa de recompensa, caso o negócio seja concretizado. O grande foco desse tipo de parceria é que pessoas comuns que trabalham nas mais diversificadas áreas ou ramos de atuação poderão complementar sua renda com indicação de negócios utilizando-se da sua rede de relacionamento.

O “Finder” precisa de uma única ferramenta: – a sua rede pessoal de relacionamento! Normalmente, o mercado pratica um comissionamento que pode variar entre 0,5% e 2,0%, calculado sobre o valor total da transação concretizada. Algumas companhias anunciam em seus sites que estão estabelecendo parcerias com “Finders” e dentro da sua própria rede de relacionamento você pode encontrar essas oportunidades. Para garantir o recebimento do comissionamento ajustado é de suma importância formalizar essa parceria, estabelecer de forma objetiva as condições e, principalmente, definir previamente o percentual de ganho e sobre qual montante será calculado. A celebração de um contrato escrito com a assessoria de um escritório de advocacia é primordial para formatar de forma fidedigna o ajuste havido entre a empresa e o “Finder”.

Use sua rede de relacionamento de forma inteligente, seja um “Finder”!

Por Alex Araujo Terras Gonçalves, advogado e sócio fundador do escritório Terras Gonçalves Advogados

Terras Gonçalves Advogados
Rua Aureliano Guimarães, n.º 150/172 – Conj. 103
Telefone: (11) 3501-1111
www.terrasgoncalves.com.br
contato@terrasgoncalves.com.br

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais populares

- Publicidade -